AMOR COM...E SEM PALAVRAS

quarta-feira, 2 de março de 2011

AMANHÃ





Estar contigo ao acordar, ver como
se abrem as tuas pálpebras, cortinas
corridas sobre o sonho, sacudir dos
teus lábios o silêncio da noite para
que um primeiro riso me traga o dia:


Assim, amor, reconheço a vida que
entra contigo pela casa, escançara
janelas e portas, deixa ouvir os pássaros
e o vento fresco da manhã, até que voltas
para junto de mim, e tudo recomeça.



Nuno Júdice

Sem comentários:

Enviar um comentário