AMOR COM...E SEM PALAVRAS

quarta-feira, 23 de março de 2011

A MÃO QUE PROCURA A TUA



O amor sempre quer mais 

E por isto corro atrás
 

Feliz ou infelizmente
 

O amor é um demente
 

Com uma fome inclemente 

Sem se saciar jamais
 

E hoje no outono da vida
 

Minha ânsia continua
 

E ainda tenho estendida
 

A mão que procura a tua
 


.
 

Walter Dimenstein

Sem comentários:

Enviar um comentário