AMOR COM...E SEM PALAVRAS

quarta-feira, 6 de abril de 2011

CONSTRUINDO O NOVO DIA


Helen Nelson

Estou aqui construindo o novo dia
com uma expressão tão branda e descuidada
que dir-se-ia
não estar fazendo nada.
E, contudo, estou aqui construindo o novo dia.

Porque o dia constrói-se; não se espera.
Não é sol que deflagre num improviso de luz.
É um orfeão de vozes surdas, um arfar de troncos nus,
o erguer, a uma só voz, dos remos da galera.






António Gedeão

Sem comentários:

Enviar um comentário